SOBRE O NUPRIMA

SOBRE O NUPRIMA

O Núcleo de Pesquisa sobre as Relações Internacionais do Mundo Árabe (NUPRIMA) é um grupo de pesquisa registrado junto ao CNPq desde 2018 e vinculado ao Departamento de Economia e Relações Internacionais (DERI) e ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais (PPGEEI) da UFRGS. O NUPRIMA é coordenado pela Profa. Dr. Silvia Ferabolli e funciona como um espaço de estudos dirigidos e de promoção e divulgação de novas pesquisas na área, além de auxiliar no desenvolvimento e na publicação de pesquisas em andamento de docentes, doutorandos e mestrandos que estejam trabalhando com projetos que envolvem as Relações Internacionais do Mundo Árabe.

 

O NUPRIMA trabalha com projetos que se encaixam em uma das três linhas de pesquisa do núcleo, a saber:

 

Eixo I – Regionalismo Árabe

Essa linha concentra pesquisas sobre a evolução do processo de construção regional árabe, especialmente nos termos da constituição da identidade árabe, do funcionamento das organizações e instituições regionais árabes, da regionalização do capital árabe, das migrações intra-árabes e da formação de uma esfera pública cultural centrada no idioma árabe.

 

Eixo II – O Mundo Árabe e o Sul Global 

Essa linha concentra pesquisas acerca do pensamento árabe contemporâneo sobre o internacional, bem como sobre as relações entre Estados, organizações e movimentos sociais árabes e o Sul Global, especialmente com o Brasil e demais membros dos BRICS, Turquia, Irã, Ásia Central e África.

 

Eixo III – Conflitos Árabes Contemporâneos

Essa linha concentra pesquisas nas questões de segurança regional árabe, tais como a (in)capacidade árabe de lidar com o problema israelense, o lugar que o Irã ocupa nas diferentes (e muitas vezes conflitantes) agendas de segurança regional, sub-regional, nacional e subnacional árabes, as intervenções (e contra intervenções) dos Estados Árabes do Golfo na Líbia, Síria, Iêmen, Iraque e Egito, e a questão do Saara Ocidental como fonte de instabilidade no Norte da África.

Metodologia de trabalho: Apresentação e discussão de textos selecionados. Simulações de bancas. Revisão crítica de textos para publicação. Palestras com convidados. Organização de seminário anual. Organização de painel para ABRI em parceria com pesquisadores e estudantes de pós-graduação de outras universidades.